O que acontece no seu corpo quando você come muito açúcar?

É difícil resistir ao açúcar. Porém, o excesso de açúcar no sangue faz mal! A Organização Mundial de Saúde (OMS) alerta que devemos consumir apenas 25 g por dia, não ultrapassando 50 g. Mas o brasileiro consome, em média, 80 g por dia, o que equivale a 18 colheres (de chá) de açúcar.

A longo prazo e combinado com hábitos ruins, isso pode levar ao aumento do risco de obesidade e diabetes. Mas você sabia que até em curto prazo o excesso de açúcar também faz mal? Ele pode afetar diversos órgãos do corpo e de formas diferentes!

Veja alguns efeitos:

NO CÉREBRO

O excesso de açúcar leva a alterações nos circuitos cerebrais que regulam a fome e a saciedade. Isso faz com que a pessoa queira comer doce, independentemente de estar com fome ou não. Em longo prazo, pequenas alterações na quantidade de açúcar podem resultar em perda da função cognitiva, redução da memória e atenção. Além disso, o excesso pode desencadear o aparecimento de placas de gordura nas artérias do cérebro (aterosclerose) e aumentar risco de AVC.

NO CORAÇÃO

O excesso de açúcar faz com que as reservas de gorduras presentes no organismo sejam mobilizadas. Isso pode, eventualmente, provocar a formação de placas nas artérias coronárias. O consumo exagerado também forma os chamados radicais livres, provocando uma lesão na camada que protege a parede das artérias. Tanto a lesão quanto a formação de placas podem provocar coágulos (trombos) e levar a uma redução do calibre das artérias, afetando a pressão arterial.

NO PÂNCREAS

Quanto mais açúcar no sangue, mais ele libera insulina. Porém, há um limite de quantidade de insulina que o órgão consegue liberar. Passando desse limite, a glicose é armazenada nos músculos, células de gordura e fígado como um depósito energético. Isso faz com que o pâncreas trabalhe mais, entrando em falência e produzindo pouca insulina – o que pode resultar em diabetes.

NOS RINS

Em curto prazo, pode haver uma leve sobrecarga na tentativa de eliminar o excesso de açúcar. A longo prazo, os rins continuam tentando filtrar e eliminar o excesso de glicose na corrente sanguínea, e acabam sofrendo de sobrecarga e aumento de pressão dentro das unidades de filtração (os glomérulos). O resultado é a perda de proteína na urina (proteinúria) desde pequenas até altas quantidades, podendo então evoluir para a perda renal, isto é, a perda do rim.

NO FÍGADO

Quando exageramos no açúcar, o pâncreas libera muita insulina, e esse excesso faz com que o açúcar, que acaba virando gordura, seja estocado na gordura visceral e dentro do fígado, causando esteatose, que é o acúmulo de gordura no fígado. Em longo prazo, a esteatose hepática pode evoluir para esteato-hepatite (inflamação do fígado por causa da presença de gordura) e depois para fibrose do fígado, desencadeando a cirrose.

NO INTESTINO

O excesso gera o desequilíbrio da flora intestinal, podendo causar diarreia, dor abdominal, excesso de gases, mau hálito e até falta de vitaminas, já que a flora inflamatória faz com que a pessoa tenha dificuldades em absorver as vitaminas dos alimentos.

NA PELE

O consumo excessivo aumenta a oleosidade da pele, causando acne. – que pode vir em vários graus, desde a pápulo-pustulosa até um quadro descontrolado de nódulo cística. Essa oleosidade também contribui para o aumento da dermatite seborreica e da descamação facial. Finalmente, muito açúcar também pode aumentar a sudorese.

Fonte

Compartilhar:

0 Comments

Get In Touch

Contact form submitted!
We will be in touch soon.

Sobre a Intolerância Alimentar

Disponibilizamos o acesso a informações que poderão auxiliá-lo no entendimento sobre reações adversas a alimentos, como hipersensibilidade ou intolerância alimentar imunomediada.
Atualmente cerca de 45% da população sofre com sintomas relacionados à intolerância alimentar e tal assunto é pouco discutido. Quando identificada ( a intolerância alimentar), o tratamento pode melhorar a qualidade de vida e bem estar do ser humano consideravelmente.

Error: Access Token is not valid or has expired. Feed will not update.
This error message is only visible to WordPress admins

There's an issue with the Instagram Access Token that you are using. Please obtain a new Access Token on the plugin's Settings page.
If you continue to have an issue with your Access Token then please see this FAQ for more information.

Encontre-nos no Facebook

BY ASTERISCO - Todos os direitos reservados

Fale Conosco pela Cris
Fale Conosco pelo WhatsApp