Carência de Vitamina D

A carência de vitamina D, ou mais precisamente uma deficiência de vitamina D3, ocorre em grande parte da população, especialmente no inverno. É que no verão, ou quando estamos de férias e passamos muito tempo ao ar livre, nosso corpo atende às nossas necessidades por meio da autoprodução, com a ajuda da luz solar.

Porém, assim que voltamos à nossa vida diária em espaços fechados, especialmente durante uma pandemia que nos força a ficar em casa, as reservas do nosso corpo se esgotam rapidamente e podem surgir deficiências.

Quais são os sintomas da deficiência em Vitamina D?

1- Dores musculares persistentes ou recorrentes: quanto mais aguda e prolongada for a dor, mais significativo será o possível déficit de vitamina D.

2- Queda de cabelo: se você sofre com queda de cabelo severa/frequente, peça a seu médico para verificar sua vitamina D no próximo exame de sangue.

3- Sistema imunológico fraco: existem receptores de vitamina D em quase todos os nossos órgãos e tecidos, o que nos mostra que a vitamina D tem uma grande influência no nosso metabolismo e no bom funcionamento do nosso organismo. Portanto, se você adoeceu muito recentemente e se sente fraco e cansado, uma deficiência de vitamina D pode ser o motivo.

4- Fadiga e exaustão: você dorme o suficiente, mas ainda se sente cansado e exausto? Procure seu médico e veja se é necessário obter uma receita de suplementos nutricionais.

5- Tendências depressivas: a vitamina D está envolvida na produção de serotonina e dopamina, também conhecidas como “hormônios da felicidade”. Com a ajuda de uma dieta rica em vitamina D e possivelmente em suplementos nutricionais, você pode vir a se sentir melhor novamente.

Grupos de risco

. Pessoas de pele escura (o maior teor de melanina da pele protege melhor a pele dos raios UVB).

. Idosos (possuem menor capacidade de produzir vitamina).

. Gestantes (a necessidade de vitamina D aumenta durante a gravidez).

. Pessoas de religiões ou culturas que devem cobrir o completamente o corpo ao sair.

. Fumantes

Posso curar ou prevenir a deficiência de vitamina D sozinho?

Pequenas deficiências podem ser neutralizadas com uma dieta rica em vitamina D (como queijo, gema de ovo, peixes oleosos como atum, salmão e cavala) e períodos de 20 a 30 minutos ao ar livre sem proteção solar.

Para deficiências mais graves, determinadas com a ajuda de um exame de sangue, consulte o seu médico de família, que pode recomendar ou prescrever suplementos nutricionais adequados.

FONTE

Compartilhar:

0 Comments

Get In Touch

Contact form submitted!
We will be in touch soon.
Fale Conosco pela Cris
Fale Conosco pelo WhatsApp