Açúcar na alimentação
O consumo de açúcar no Brasil aumentou nas últimas décadas, segundo a Embrapa. Esse é um dado que merece atenção, pois o consumo exagerado dessa substância está relacionado com problemas de saúde, como o sobrepeso e a obesidade. Isso, no entanto, não quer dizer que o açúcar deve ser abolido da alimentação, e sim consumido com moderação.

Quando falamos em consumo de açúcar, muitas pessoas pensam que estamos referindo-nos apenas ao açúcar utilizado para adoçar o suco ou o café, por exemplo. Entretanto, vários alimentos contêm açúcar, sendo que em alguns há grande quantidade desse ingrediente. Dentre os produtos ricos em açúcares, podemos citar os refrigerantes, os sorvetes, as balas, os bolos e as bolachas.

De acordo com o Ministério da Saúde, os brasileiros consomem 50% a mais de açúcar do que o recomendado pela Organização Mundial de Saúde (OMS). Cerca de 64% do açúcar consumido diariamente pelo brasileiro correspondem ao açúcar adicionado ao alimento, o restante diz respeito ao açúcar que está presente nos alimentos industrializados. De acordo com a OMS, deve-se reduzir a ingestão de açúcares livres em menos de 10% da ingestão calórica total. Para maiores benefícios à saúde, a Organização recomenda que a redução do consumo diário seja de 5%.

É bom salientar que por açúcares livres entende-se, de acordo com a Organização Pan-Amaricana de Saúde e a OMS, no guia Ingestão de açúcares por adultos e crianças: “os monossacarídios e os dissacarídeos adicionados aos alimentos e às bebidas pelo fabricante, pelo cozinheiro ou pelo consumidor, além dos açúcares naturalmente presentes no mel, nos xaropes, nos sucos de frutas e nos concentrados de sucos de frutas”.

5 dicas para ter uma alimentação melhor e com menos açúcar

Como sabemos, a recomendação da OMS é a redução do consumo de açúcar, e, para fazer isso, você pode começar seguindo 5 dicas simples:

1. Reduza a quantidade de açúcar colocada em sucos e cafés;
2. Analise atentamente o rótulo dos produtos e prefira sempre aqueles alimentos que possuem menos quantidade de açúcar;
3. Corte da sua alimentação refrigerantes e sucos industrializados;
4. Adicione frutas à sua alimentação;
5. Dê preferência à alimentação feita em casa.

Tipos de açúcar

O açúcar é um produto que pode ser definido, de acordo com a Anvisa, como a sacarose obtida da cana-de-açúcar ou beterraba por processos industriais adequados. Existem diferentes tipos de açúcar no mercado, cada um com características específicas. Entre os tipos mais comuns, estão o açúcar refinado, o açúcar mascavo, o açúcar cristal e o açúcar demerara. Veja a seguir as principais características de cada um deles.

• Açúcar refinado: é também chamado de açúcar branco, sendo esse aspecto conseguido graças ao processo de refinamento, no qual são acrescidos alguns aditivos. No refinamento, esse tipo de açúcar perde muitas vitaminas e sais minerais, sobrando apenas “calorias vazias”.
• Açúcar mascavo: destaca-se por seu aspecto mais escuro e também mais úmido quando comparado ao açúcar refinado. Ele é obtido depois do cozimento do caldo de cana, não passa por processos de branqueamento e apresenta mais nutrientes que o açúcar refinado.
• Açúcar cristal: apresenta cristais maiores. Ele passa por algumas etapas de refinamento e perde, ao final do processo, aproximadamente 90% dos sais minerais e vitaminas.
• Açúcar demerara: destaca-se por sofrer um processo mais leve de refinamento e não receber aditivos. Sua coloração é marrom devido à presença de um melado que está por cima dos cristais. Possui valores nutricionais altos.

Quando o assunto é alimentação saudável, os tipos de açúcar mais recomendados são aqueles que passaram por menos processos, pois apresentam mais vitaminas e sais minerais. Nesse caso, os mais recomendados são o mascavo e o demerara. Entretanto, é bom salientar que todos possuem muitas calorias, portanto, é necessário moderação no seu uso.

Consequências do consumo exagerado de açúcares

Os açúcares, se consumidos de maneira excessiva, podem ser prejudiciais à saúde. Nesse sentido, o problema mais conhecido é, sem dúvida, o aumento de peso corporal, que pode levar à obesidade. Como sabemos, a obesidade está relacionada com problemas como diabetes e hipertensão. Além disso, o consumo exagerado relaciona-se com o surgimento de cáries dentárias.

Vale destacar ainda que alguns estudos demonstram que o consumo de bebidas ricas em açúcares, tais como refrigerantes e sucos adoçados, está diretamente relacionado com o desenvolvimento de alguns tipos de câncer.

FONTE
Compartilhar:

0 Comments

Get In Touch

Contact form submitted!
We will be in touch soon.

Sobre a Intolerância Alimentar

Disponibilizamos o acesso a informações que poderão auxiliá-lo no entendimento sobre reações adversas a alimentos, como hipersensibilidade ou intolerância alimentar imunomediada.
Atualmente cerca de 45% da população sofre com sintomas relacionados à intolerância alimentar e tal assunto é pouco discutido. Quando identificada ( a intolerância alimentar), o tratamento pode melhorar a qualidade de vida e bem estar do ser humano consideravelmente.

Error: Access Token is not valid or has expired. Feed will not update.
This error message is only visible to WordPress admins

There's an issue with the Instagram Access Token that you are using. Please obtain a new Access Token on the plugin's Settings page.
If you continue to have an issue with your Access Token then please see this FAQ for more information.

Encontre-nos no Facebook

BY ASTERISCO - Todos os direitos reservados

Fale Conosco pela Cris
Fale Conosco pelo WhatsApp